Aposentadorias, Benefício Indeferido ou Cessado, BPC/LOAS, Cálculo e Consulta Previdenciária, Pensão por Morte, Revisão da Vida Toda, entre outros.

Em muitos casos, o cliente inicia sozinho o seu pedido de benefício no INSS, mas, infelizmente, consegue um valor baixo do esperado de aposentadoria ou até mesmo, sequer consegue o deferimento do pedido.

Não confie na simulação do MEU INSS. No último tópico da página, você irá compreender.

O escritório Targino Maia Advocacia procura alertar o cliente quanto a real situação do seu caso concreto, buscando a segurança no momento do pedido a ser pleiteado futuramente.

Os pedidos mais solicitados são:

+ Aposentadoria Especial.
+ Aposentadoria por Invalidez.
+ Aposentadoria por Idade.
+ Aposentadoria por Tempo de Contribuição.
+ Auxílio-Acidente.
+ Auxílio-Doença.
+ Auxílio-Reclusão.
+ Benefício Indeferido ou Cessado.
+ BPC/LOAS.
+ Cálculo Previdenciário.
+ Consulta Previdenciária.
+ Contagem Recíproca do Tempo de Contribuição no Regime Público de Previdência Social.
+ Conversão do Tempo de Serviço Especial Trabalhado em Condições Prejudiciais à Saúde.
+ Expedição da Certidão de Tempo de Contribuição.
+ Pensão por Morte.
+ Planejamento Previdenciário.
+ Reconhecimento de Tempo de Serviço.
+ Revisão da Vida Toda.
+ Revisão de Aposentadoria.
+ Salário Maternidade.

Aposentadoria Especial.

Concedido ao trabalhador que exerce suas atividades laborais exposto a agentes nocivos, que podem causar algum prejuízo à sua saúde e integridade física ao longo do tempo.

Aposentadoria por Invalidez.

Concedido ao segurado que, em razão de alguma moléstia ou incapacidade, não pode mais exercer atividades laborativas.

Aposentadoria por Idade.

Devida ao segurado que completar 65 anos de idade, se homem, e 60 anos de idade, se mulher.

Aposentadoria por Tempo de Contribuição.

Concedido ao segurado que completar um determinado tempo de filiação e contribuição à Previdência Social. Pode ser dividida em integral e proporcional.

Auxílio-Reclusão.

Devido aos dependentes do segurado da Previdência Social que vier a ser preso em regime fechado, conforme o art. 80 da Lei nº 8.213/91.

Benefício Indeferido ou Cessado.

O Benefício Indeferido é aquele que você pediu para o INSS e ele negou, onde entendeu que os requisitos legais não estavam cumpridos para que o benefício fosse concedido, ou seja, ele nem mesmo foi iniciado.

Já o Benefício Cessado é aquele que estava sendo pago e, por algum motivo legal (como um prazo de benefício por incapacidade, perícia no pente-fino, a morte, dentre outros), ele passa a ser extinto de forma permanente pelo INSS.

BPC/LOAS.

O Benefício Assistencial ou Benefício de Prestação Continuada é a prestação paga pela previdência social que visa garantir um salário-mínimo mensal para pessoas que não possuam meios de prover à própria subsistência ou de tê-la provida por sua família. Pode ser subdividido em:

Benefício Assistencial ao Idoso, concedido para idosos com idade acima de 65 anos.

Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência, destinado às pessoas com deficiência que estão impossibilitadas de participar e se inserir em paridade de condições com o restante da sociedade.

Cálculo Previdenciário.

Descubra a melhor forma de se aposentar no INSS. Conheça agora quem pode fazer o cálculo previdenciário:

+ Quem está pronto para pedir a aposentadoria.
+ Quem quer fazer o pedido de aposentadoria.
+ Quem possui contribuições para diversos regimes previdenciários.
+ Empresários e futuros empresários.
+ Quem possui contribuições em atraso.
+ Quem já entrou com ações trabalhistas.
+ Quem possui contribuições no exterior.
+ Quem já se aposentou.

Consulta Previdenciária.

O cliente saberá se é possível ou não obter determinado direito, e claro, será esclarecido  o motivo deste direito. Neste atendimento não há cálculos ou fundamentação.

Trata-se de uma consulta rápida e para uma análise mais detalhada, com a apresentação de cálculos, o cliente deverá solicitar o seu Planejamento Previdenciário, extremamente essencial para todo o segurado.

Contagem Recíproca do Tempo de Contribuição no Regime Público de Previdência Social.

É a possibilidade de transferência dos períodos de trabalho de um regime previdenciário para outro, ou seja, o tempo trabalhado no serviço público ser remetido ao INSS ou o revés, da iniciativa privada ser remetido ao regime próprio do servidor público.

Expedição da Certidão de Tempo de Contribuição.

Documento que certifica o tempo e os salários de contribuição do trabalhador, podendo ser emitida tanto pelo INSS, quanto por outros regimes de previdência, seja Federal, Estadual ou Municipal.

A Certidão de Tempo de Contribuição se destina à obtenção de benefício junto ao regime de previdência a que esteja vinculado. Via de regra, sua finalidade é para obter aposentadoria ou abono permanência.

Pensão por Morte.

Concedido aos dependentes do segurado que falecer, aposentado ou não. Trata-se de prestação continuada, substituidora da remuneração que o segurado falecido recebia em vida.

A pensão por morte poderá ser concedida provisoriamente em caso de morte presumida do segurado, assim declarada pela autoridade judicial competente depois de 6 meses de ausência, conforme art. 78 da Lei nº 8.213/91.

Planejamento Previdenciário.

Um dos serviços mais importantes que um escritório de advocacia na área previdenciária pode oferecer, pois se trata de um planejamento para que o cliente obtenha o melhor benefício possível.

Como funciona: O escritório fará um mapeamento completo da sua vida previdenciária, para identificar eventuais problemas no seu banco de dados (CNIS), com a realização de todos os cálculos necessários para encontrar a melhor possibilidade de aposentadoria.

Nesse trabalho, será feito a análise documental, verificando vínculo, remuneração, CTPS, GPS, PPPs etc., listando todas as pendências (se houver), para que seja possível corrigi-las, com o objetivo de aumentar o seu tempo de contribuição.

Em seguida, será feito o cálculo do tempo de contribuição para verificar se há direito adquirido e em quais regras o cliente já cumpriu ou quando cumprirá.

Os cálculos serão elaborados da renda mensal inicial, onde poderemos comparar qual será a regra com maior ganho financeiro considerando os seus interesses e objetivos de vida do cliente.

Cabe ressaltar que, este serviço é apenas uma projeção, sendo impossível garantir que o valor da aposentadoria no futuro realmente seja o apresentado, em virtude de diversos motivos como, por exemplo, reformas previdenciárias, pequenas alterações nas leis, inflação, reajustes, etc.

Reconhecimento de Tempo de Serviço.

Por (diversas) vezes o INSS não reconhece tempo de serviço em que o trabalhador laborou em condições especiais, o que pode fazer com que o mesmo faça jus à concessão de aposentadoria especial ou da conversão do tempo de serviço especial em comum (caso o mesmo não preencha o tempo de serviço especial da aposentadoria especial), com consequente aumento da RMI do benefício.

O segurado que tenha o tempo de serviço laborado sob condições especiais, não reconhecidos pelo INSS por ocasião da concessão da aposentadoria por tempo de contribuição faz jus ao devido reconhecimento.

Revisão da Vida Toda.

Quem tem Direito? a) Salários altos, antes de 1994; b) Se aposentou, após NOV/1999 e antes de NOV/2019; c) Se aposentou há menos de 10 anos; e d) Se aposentou há mais de 10 anos, mas já realizou um pedido de revisão, junto ao INSS.

Quais os Benefícios? a) Aposentadoria por Tempo de Contribuição; b) Aposentadoria por Idade; c) Aposentadoria Especial; d) Aposentadoria por Invalidez; e) Auxílio-Doença; e f) Pensão por Morte.

Como requerer? O único caminho é a via judicial.

Salário Maternidade.

O salário-maternidade é o benefício devido a pessoa que se afasta de sua atividade, por motivo de nascimento de filho, aborto não criminoso, adoção ou guarda judicial para fins de adoção de criança com até 8 anos de idade.

Não confie na simulação do MEU INSS. Conheça os motivos:

+ O INSS não verifica se você tem direito a aposentadoria especial.
+ O INSS não verifica se você tem direito a aposentadoria do professor.
+ O INSS não verifica se você tem direito a aposentadoria da pessoa com deficiência.
+ O INSS não considera os vínculos do regime próprio.
+ O INSS não soma o período com contribuição em duplicidade.
+ O INSS não sabe se você possui tempo como trabalhador rural em economia familiar.
+ O INSS não simula conversão de tempo especial em tempo comum.
+ O INSS não sabe se você teve vínculo reconhecido em processo trabalhista.
+ O INSS não te fala se você pode realizar alguma contribuição em atraso.
+ O INSS desconsidera todas as contribuições que esteja com algum indicativo de pendência no seu CNIS (algum erro que precisa ser resolvido).

Gostaria de saber mais ou já contratar algum destes serviços? É simples e rápido! Clique aqui para que o nosso escritório possa auxiliar da melhor maneira possível.

Acesse o nosso site, e-mail e redes sociais!

🖱️ www.targinomaia.com.br
📧 contato@targinomaia.com.br
🌐 @TarginoAdvocacia

Envie a sua mensagem!

O escritório Targino Maia Advocacia responderá o mais breve possível.